Mantras Gospel

Mantras Gospel

LUCAS 23: 32-43

 E também conduziram outros dois, que eram malfeitores, para com ele serem mortos. 

E, quando chegaram ao lugar chamado a Caveira, ali o crucificaram e aos malfeitores, um, à direita, e outro, à esquerda. E dizia Jesus: Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem. E, repartindo as suas vestes, lançaram sortes. E o povo estava olhando. E também os príncipes (ou magistrados) zombavam dele, dizendo: Aos outros salvou; salve-se a si mesmo, se este é o Cristo, o escolhido de Deus. E também os soldados escarneciam dele, chegando-se a ele, e apresentando-lhe vinagre, e dizendo: Se tu és o Rei dos judeus, salva-te a ti mesmo. E também, por cima dele, estava um título, escrito em letras gregas, romanas e hebraicas: ESTE É O REI DOS JUDEUS. 

E um dos malfeitores que estavam pendurados blasfemava dele, dizendo: Se tu és o Cristo, salva-te a ti mesmo e a nós. Respondendo, porém, o outro, repreendia-o, dizendo: Tu nem ainda temes a Deus, estando na mesma condenação? E nós, na verdade, com justiça, porque recebemos o que os nossos feitos mereciam; mas este nenhum mal fez. E disse a Jesus: Senhor lembra-te de mim, quando entrares no teu Reino. E disse-lhe Jesus: Em verdade te digo que hoje estarás comigo no Paraíso.

Imaginando que os ladrões eram compositores de músicas gospel, percebemos que as letras de suas músicas eram bastante diferentes.

Um simplesmente repetiu o refrão do momento, provavelmente sem nem sequer ver se a letra era coerente: 35 – E um dos malfeitores que estavam pendurados blasfemava dele, dizendo: Se tu és o Cristo, salva-te a ti mesmo e a nós.

Isso nos lembra o modismo conduzindo o louvor nas igrejas, músicas que foram criadas visando serem comercialmente viáveis. Canções para louvar a homens e agradar acionistas.

E assim formamos uma fila de vidas sem opinião formada e que vão na onda dos outros. Não podemos continuar esta sina egoísta, terrena e temporária.

Aquele primeiro ladrão não viu o Cristo de Deus.

Às vezes cantamos sem entender a redenção, sem entender seu domínio. Há muitas canções analgésicas em nosso meio que mais parecem mantras psicodélicos. Aparentemente desejam nos desligar da realidade. E caminhamos cantando letras que não acreditamos, como um coral de vãs repetições.

O outro ladrão encontrou inspiração na sua própria miséria.

Era Letra viva, pautada na experiência da sua condição de pecador e do seu claro arrependimento. Este viu Cristo e sua graça. Já notaram que há louvores que nos desnudam e conseguem arrancar nossas armaduras do ego?

Este, contrariando a opinião da maioria, não permitiu que aquela circunstância lhe tirasse o foco. Ele não era míope, era um visionário, via a eternidade e apenas pediu por ela. Sem poder levantar sua mão, ergueu sua voz.  Esqueceu-se de si mesmo e da possibilidade de salvar seu corpo ferido, clamou por salvação da alma. Lembremos da nossa mortalidade, precisamos ter perspectivas de fé.  Basta de cantarmos mentiras e isso refiro-me aos cantores e instrumentistas.

O Instrumento de louvor não é o equipamento, é a pessoa transvestida no músico.

Por sermos instrumentos podemos e devemos ser consertados, afinados e bem executados. Um instrumento perde o sentido de sua existência sem um instrumentista competente.

O Grande maestro divino sabe e quer nos tocar.  Somos solos permanentes e as vezes nossa participação desafina toda a orquestra. Que música sua vida esta tocando agora? Uma canção sobre exigências ou uma canção de gratidão e arrependimento?

“E não vos conformeis a este mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.” Romanos 12:2

“SENHOR, lembra-me de quão breve é o meu tempo na terra. Lembra-me que os meus dias estão numerados e que a minha vida está indo embora. “ Salmo 9.4

O que realmente queima no seu coração?

O que tem te motivado?

Que partitura esta segurando?

A mulher do vaso de alabastro procurou algo para ofertar ao Senhor. Ela tinha poucas coisas de real valor. Entre suas coisas tinha aquele frasco cheio de um conteúdo caro e que fazia questão de economizar no uso. Mas aquele objeto lhe lembrava de muitas humilhações. Aquele conteúdo perfumado era um disfarce de seu mau cheiro de espírito. Ela resolveu derramá-lo em arrependimento, nos pés daquele homem que olhava pra ela com um respeito inesperado. Mas Jesus recebeu uma oferta que sobressaia o valor daquela cara fragrância, era a oferta de sua própria vida arrependida, era uma canção sem letras… Um instrumental desafinado à procura de ajustes.

O QUE VOCÊ TEM DE VALOR PARA OFERECER AO SENHOR?

Para descobrir o propósito para sua vida, volte-se para a Palavra de Deus. Edifique sua vida sobre verdades eternas. Antes de ensaiar cantar as letras, Desvende seu propósito através de um relacionamento intimo com Jesus. Cante no banheiro antes de pedir oportunidade diante do público (até para uma analise da família…)

Se você não vive essa relação, a oportunidade é hoje! Deus já pensava a seu respeito muito antes de você pensar a respeito dele. Deus ouviu seu grito de bebê e disse: Manda este para um coral.

Você escolhe sua carreira, cônjuge, passatempos e outras partes da sua vida, mas não pode escolher o seu propósito. Deus já planejou.

“Não me escolhestes vós a mim, mas eu vos escolhi a vós. E vos nomeei, para que vades e deis frutos e o vosso fruto permaneça”. João 15:16

O Senhor nos escolheu, nos nomeou para irmos, darmos frutos e não só isso o nosso fruto deve permanecer.  Ele nos deu tempo suficiente. Não pede frutos imediatamente após a conversão. Ele deseja nos transformar em Hits do momento.

“E disse ao vinhateiro: eis que há três anos venho procurar fruto nesta figueira, e não o acho; CORTA-A; porque ocupa ainda a terra inutilmente.” Lucas 13:7

Existem milhares de cristãos ocupando a igreja inutilmente.  Seus frutos ACABARAM. Estão ocupados demais e suas agendas provam suas prioridades.

Acho que muitos aqui ainda não acordaram para isso. Vivem na igreja sem propósitos.

Músicas desafinadas que afugentam as pessoas ao redor. Espantalhos da Esperança. Estão acostumados a uma vida cristã fácil, religiosa, sem lutas, rotineira e sem nenhum fruto.

“Porém em nada considero a vida PRECIOSA para mim mesmo, contanto que complete a minha carreira e o ministério que recebi do Senhor Jesus para testemunhar o evangelho da graça de Deus. “ Atos 20:24

Alguém gostaria de adorar a Jesus entregando sua vida a ele como uma musica suave aos seus ouvidos?

 

Júnior Firmino

Missionário em SEPAL
Junior Firmino é casado com Gerlane e tem dois filhos Tiago e Israel.
Coordena o projeto SERTÃO PRESENTE que leva encorajamento, treinamento e alimento a lideres menos favorecidos do Nordeste brasileiro.
Quer nos ajudar? servodecristo@yahoo.com.br

Últimos posts por Júnior Firmino (exibir todos)

Categorias: Artigos

Comments

  1. Arcanjo
    Arcanjo 25 abril, 2014, 22:37

    Existem muitos ajuntamentos de “amigos do evangelho” e poucos de Cristãos salvos verdadeiramente pela graça e misericórdia daquele que disse : ” EU EDIFICAREI A MINHA IGREJA “

    Reply this comment
  2. tucuruvi
    tucuruvi 2 julho, 2014, 14:41

    Excelente artigo. Obrigada!

    Reply this comment

Write a Comment

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*