Qual é o propósito do sucesso, prosperidade e posição?

Qual é o propósito do sucesso, prosperidade e posição?

“… são instrumentos para a avaliação do líder nos dias de hoje”

Se nos engajarmos em projetos ministeriais ou sociais sem “nos encontrarmos” primeiramente, estarmos em paz conosco, no final seremos um grande peso para nós mesmos, disse Jurgen Moltmann, pai das teologias da cruz e da esperança (Diaconal Church, The Power That Heals). As boas intenções serão distorcidas e nubladas pela nossa ansiedade, agressões, nervosismo, ambições, radicalismo, preconceitos e frio orgulho, o pior dos sete pecados capitais.

O sucesso, posição, prosperidade, produtividade são instrumentos para a avaliação do líder nos dias de hoje. Eles não são em si mesmos errados. Mas devemos lembrar que na vida cristão, eles não foram adquiridos, mas sim dados. Não recebemos pelo que somos, mas por misericórdia e dádiva de Deus. Todo o crédito pertence a Ele. Não fizemos nada de importante que o Senhor não tenha aberto a porta. Em sua sabedoria, Ele nos deu a oportunidade para servir seu reino. Ele é Soberano quanto às circunstâncias que vivemos. Ele é Senhor e Soberano quanto ao local onde estamos, Senhor e Soberano quanto aos dons e habilidades recebidos, Senhor e soberano quanto ao processo de ministério, Senhor e Soberano quanto aos contatos e relacionamentos que temos, Senhor e Soberano em tudo. Num momento, num piscar de olhos, Ele poderia retirar tudo que temos e somos! Verdadeiro sucesso não é medido pelo nosso endereço, pelo tamanho de nossa casa ou igreja, pelo tipo de carro ou computador, pelo prestígio na mídia evangélica. O lugar onde medimos sucesso é na eternidade. Devemos nos perguntar: “O que estamos fazendo aqui que realmente permanecerá e quais dos nossos investimentos atuais farão a diferença lá no céu”? Na Bíblia, esses valores têm a ver com o como vivemos nossa vida e se estamos vivendo de acordo com as expectativas de Deus, em fidelidade, santidade, compromisso e serviço.

Gostaria de dar um bom exemplo histórico. O Grande evangelista Dwight Moody levou Wilbur Chapman a Cristo. Chapman tornou-se um evangelista nacionalmente conhecido. Durante seu ministério em Chicago, um jogador de baseball do White Stockings naquele domingo estava de folga parado na frente de um bar na State Street em Chicago quando uma carroça da missão parou e começou a tocar hinos, convidando para o culto, as 14:30. Naquela tarde esse jogador, chamado Billy Sunday, se converteu. Dois anos depois Chapman convidou Billy Sunday para unir-se a sua equipe de evangelistas. Com a saída de Chapman, ele se tornou responsável pelas grandes cruzadas nos EUA. Numa delas um jovem chamado Mordecai Hamm se converteu, tornando-se evangelista, ministrando a grandes multidões. Numa noite, ele pregou e Billy Graham se converteu. Você conhece o resto da história…

Na verdade, o resto da história aconteceu antes do começo. Edward Kimball um professor de escola dominical em Boston se comprometeu a visitar os seus jovens alunos para verificar se todos tinham certeza da vida eterna. Um dos alunos trabalhava na sapataria do seu tio no centro de Boston. Ele apresentou o evangelho e o rapaz se converteu. Seu nome era Dwight Moody. Kimball não tinha a mínima idéia que seu testemunho iria desencadear tal efeito em termos da população celestial. Além disso, quem foi o pastor da igreja do Edward Kimball? Quem influenciou sua vida? Nunca saberemos os efeitos do nosso ministério: talvez tenha alguém na sua igreja, seu filho, seu auxiliar, um evangelista ou um membro que irá produzir grandes resultados a partir do testemunho, carinho, santidade e liderança que você demonstrar. Pequenas ações na vida podem trazer grandes resultados para o Reino.

Qual é o propósito do sucesso, prosperidade e posição? É glorificar o Altíssimo Deus Trino (não o nosso nome), dar todo crédito a Ele (não a nossa capacidade), aumentar sua reputação na terra (não a nossa celebridade), expandir seu Reino (não expandir nosso reinado). Isso é sanidade bíblica! Isso nos leva para longe do engano e das falsas noções do sucesso! O sucesso é medido pela minha vida perante Deus, meu crescimento a semelhança de Cristo, no caráter e não pelos aplausos.

Aqueles que querem preencher o vazio interior através do serviço ao próximo irão apenas espalhar sua infelicidade mais adiante. Pessoas que desejam fazer coisas pelos outros ou pelo mundo sem aprofundar seu auto-conhecimento, sua compreensão de si mesmos, sua liberdade pessoal, sua capacidade para amar, descobrirão cedo ou tarde que não tem nada a oferecer. Causamos mais efeito nos outros pelo que somos que através do que fazemos. Somente quando encontramos a nós mesmo, nosso centro de identidade, podemos nos doar com saúde, com graça, com bondade, com ternura e amor. Somente aqueles que encontraram o sentido da vida, podem agir com sentido. Somente aqueles que se tornaram livres da auto-busca, da preocupação com o eu e da ansiedade da vida, podem compartilhar o sofrimento e participar da dor, libertando outros.

Rubens Muzio

Rubens Muzio

Rubens Muzio é missionário Sepal, Pastor da Igreja Presbiteriana de Vila Judith, Londrina e coordena o Projeto Brasil 21.
Pastoreou em São Paulo e no Canadá por mais de 10 anos. Leciona disciplinas na área de Teologia Prática: Liderança, Desenvolvimento e Gestão Ministerial, Plantação e Crescimento de Igrejas, Missões Urbanas e Espiritualidade integral.
Visite rubensmuzio.org e saiba mais sobre o missionário e seu projeto.
Rubens Muzio

Últimos posts por Rubens Muzio (exibir todos)

Categorias: Artigos

Write a Comment

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*