Leandro e Lilian Santos e o chamado para Moçambique

Leandro e Lilian Santos e o chamado para Moçambique

Em 2014, os missionários Leandro e Lilian Santos fizeram uma viagem de curto prazo para o interior de Moçambique, onde desenvolveram alguns ministérios de estudos bíblicos, discipulado e evangelismo com crianças, jovens e adultos. Foi uma experiência marcante para eles e lá sentiram o chamado de Deus para seguirem como missionários transculturais em tempo integral.

O casal deixou emprego, bens, família e amigos para seguirem nessa missão. Como parte do preparo para essa jornada, entre 2015 e 2018, Leandro concluiu o curso de Missão Integral e Lilian concluiu o mestrado em Missiologia no Centro Evangélico de Missões (CEM) em Viçosa, MG. Agora eles estão na expectativa de serem enviados à Moçambique em março deste ano.

Os desafios para a mudança são muitos, dentre eles: passagens aéreas, despesas dos vistos e o seguro saúde. Para isso, o casal precisa de 12 mil reais. Ore para este propósito.

Moçambique

Moçambique é uma ex-colônia portuguesa. O português, apesar de falado por menos de 40% da população, é idioma oficial do país. A independência nacional foi conquistada em 1975 e, após esse feito, foi deflagrada uma guerra civil, responsável pela morte de mais de 1 milhão de pessoas e pela destruição da infraestrutura do país, atingindo diretamente a economia. No entanto, o país tem realizado esforços para obter uma estabilidade política e reerguer a economia. Moçambique abriga grandes reservas de petróleo, gás natural, carvão, ouro e outros minérios. Essa riqueza do solo tem atraído grandes investimentos externos. Já a atividade agropecuária é extremamente prejudicada pelos extensos períodos de seca, além das frequentes enchentes. Com isso, a nação é dependente de ajuda alimentar, que não é suficiente para atender todos os habitantes. Conforme dados divulgados em 2010 pela ONU, o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do país é o quinto menor do mundo: 0,284. A expectativa de vida dos habitantes é de apenas 42,2 anos; o analfabetismo atinge mais de 56,2% da população; a taxa de mortalidade infantil é de 86 óbitos a cada mil nascidos vivos. (Fonte: https://mundoeducacao.bol.uol.com.br/geografia/mocambique.htm acesso em 14/01/2019)

O objetivo geral dos missionários é cooperar com a igreja moçambicana na capacitação, formação, discipulado e mentoria de seus pastores e líderes, encorajando-os e desafiando-os a desenvolverem uma teologia cristocêntrica (teologia fundamentada nas Escrituras, em Deus Pai, Filho e Espírito Santo) e sejam livres do sincretismo religioso. Também contribuirão para o desenvolvimento comunitário, por meio da alfabetização, reforço escolar e incentivo ao empreendedorismo.

Gratidão

No mês de dezembro, Leandro e Lilian estiveram em algumas cidades de três estados brasileiros e tiveram a oportunidade de compartilhar o projeto de Deus para a vida deles em várias igrejas.

A hospitalidade é muito importante na vida do cristão, pois é uma boa oportunidade para abençoar e mostrar amor. Para eles, foi uma honra conviver por um tempo com cada uma das famílias que os recebeu.

Outros motivos de oração

  • Pela saúde física, emocional e espiritual do casal;
  • Pelos 100% do sustento financeiro;
  • Pela viagem.

Para mais informações sobre a missão, visite o blog ou entre em contato:
Blog: http://leandroelilian.blogspot.com.br

Para conhecer o casal de missionários, clique aqui.


Textos: missionários
Edição: Isabel Amorim
Diagramação: Paulo Ribeiro