Uma nova fase para a Família Rios Celeste

Uma nova fase para a Família Rios Celeste

Na Espanha, o mês de setembro não determina somente o fim do verão e a chegada do outono, com suas temperaturas amenas e chuvas de fim de tarde, mas também é o começo do ano escolar, volta às aulas, e o fim das férias. Essa é a fase que a família Rios Celeste está vivendo. Com a mudança de estação, vieram também novos afazeres e responsabilidades. Conforme as folhas vão caindo e se vestindo de cores variadas, os missionários Elias e Selma vão criando uma nova rotina.

Os missionários agradecem pelas orações e ofertas e por todo apoio durante a transição do Norte da África para o sul da Espanha.

Situação do visto de residência

A família conseguiu o documento por um ano. No ano que vem terão que dar entrada com a mesma documentação para renovação de mais um ano.

Trabalho com refugiados

Elias e Selma fizeram um curso de empreendedorismo com o foco de darem aula aos refugiados para encorajá-los a abrirem seus próprios negócios. Foram três dias e meio, durante a manhã e tarde.

O curso já está sendo aplicado para uma classe para mulheres e outra para homens. Selma é a responsável pelo grupo de mulheres e Elias pelos homens. Como muitas mulheres não entendiam bem o espanhol, está sendo em árabe. O curso durará três meses. Segundo os missionários, está sendo muito bom estar com eles neste tempo, ouvir suas histórias, conhecer seus sonhos, e dar uma nova esperança de vida a eles.

Nesta Associação são atendidas mais de 300 famílias semanalmente com a distribuição de alimentos. O alvo é servir cada família, de diferentes maneiras, para melhor forma de integração nesta sociedade.

Viagens ao norte da África

O desejo do casal é iniciar visitas para apoiar irmãos da igreja perseguida no Norte da África nos próximos meses. Para isso, precisam levantar sustento para o ministério.

Sustento da família

Elias e Selma estão surpresos com o custo de vida lá. O preço da água e luz, o aluguel… é tudo bastante alto. O sustento da família estava justo, mas com a alta do euro (de janeiro a setembro subiu quase 25%), as taxas do banco e a desistência de contribuição de algumas igrejas, o sustento caiu 40%.

Pedidos de oração

  • Que possam levar o Evangelho à tempo e fora de tempo e que possam ser luz aonde forem.
  • Por provisão financeira do que está faltando do nosso sustento para podermos seguir aqui.
  • Por direção da faculdade para Heidi, filha do casal.
  • Por proteção para a família.

Texto: Missionários
Edição: Isabel Amorim
Diagramação: Paulo Ribeiro