Como a igreja cristã evangélica pode se tornar relevante em meio à atual crise?

Reflita sobre o assunto ao ver o testemunho de Abraão da Silva, pastor sênior da Igreja Batista Metropolitana, em Salvador (BA), e participe de um mosaico de reflexões, deixando seu comentário em nossa enquete no Facebook 

Vivemos um momento singular na história. A propagação da COVID-19, algo sem precedentes, tem gerado mortes e perdas de todo tipo. Dentre seus efeitos mais devastadores — além das vidas fatalmente impactadas— também se incluem fatores como desemprego, desespero e medo, muito medo.

É nesse cenário que a igreja é convidada a ser relevante e a desempenhar seu papel como agente de transformação, cura, restauração e esperança, ainda que limitada ao distanciamento social, por questões de segurança.

Justamente para refletir sobre o assunto, convidamos você a assistir ao comovente testemunho de Abraão da Silva, pastor sênior da Igreja Batista Metropolitana, em Salvador, Bahia, um conteúdo gentilmente cedido à Sepal. Pastor Abraão foi contagiado pelo coronavírus e, hoje, está recuperado.

No vídeo, ele compartilha detalhes do intenso processo de tratamento da doença e fala sobre iniciativas interessantes implementadas por sua comunidade em prol das famílias impactadas pela crise. Por meio de seu testemunho, ele dá insights de como a igreja pode se engajar em ações oportunas diante do atual cenário global, sendo ativa, intencional e missionária.

Com base nesse eloquente convite à reflexão, queremos convidá-lo a assistir ao vídeo que está na parte superior da tela e a colaborar na criação de um produtivo mosaico de ideias em nossa página no Facebook. Nele, incentivamos cada leitor a deixar um comentário sobre como a igreja cristã evangélica pode se tornar um canal de esperança, renovo e superação em meio a uma das mais severas calamidades vividas no Brasil e no mundo.

Faça parte desse rico debate!

Assista ao vídeo e deixe seu comentário em nossa enquete.