Em meio à atual crise, René Breuel (Itália) e Oswaldo Prado (Brasil) compartilham uma reflexão edificante em live exclusiva para a Sepal. Confira!

 Por Fabrícia Oliveira

No domingo de Páscoa, dia 12 de abril, René Breuel e Oswaldo Prado, missionários da Sepal, se reuniram em uma live exclusiva. Na conversa, os líderes compartilharam reflexões sobre a crise causada pela COVID-19 e elucidaram aprendizados que podem ser extraídos a partir da situação.

Ao longo da conversa, René, pastor fundador da Chiesa Hopera, em Roma (Itália), e autor do livro O paradoxo da felicidade (Hagnos), e Oswaldo Prado, coordenador da área missional da ChildFund e mentor de plantadores de igrejas do CTPI, trouxeram uma mensagem edificante e insights encorajadores para que pastores e irmãos possam superar as decorrentes dificuldades impressas pela pandemia. Ao final, deixaram uma mensagem de esperança em meio a esse triste cenário.

Confira abaixo, um breve resumo do que você encontrará no vídeo.

Fases vivenciadas durante a evolução da crise: Atualmente, estamos vivendo um acumular de sentimentos. Durante a evolução da pandemia, é possível que tenhamos de passar por várias fases e readaptações, assim como foi para René e sua família. De acordo com ele, não podemos “desperdiçar esse tempo”, devemos buscar “vivê-lo bem”, mesmo que dure alguns meses. Assim também, precisamos estabelecer uma nova rotina, conviver harmoniosamente em família, orar e buscar a Deus.

Igreja engajada no socorro aos que sofrem: Muitas igrejas tiveram de se reinventar e encontrar formas para transmitir os cultos pela Internet e oferecer ajuda. Tendo em vista que tanto a cultura italiana quanto a brasileira são  relacionais, simular reuniões on-line tem sido muito válido para sanar problemas, como ansiedade e medo, ou até mesmo para receber e atender aos pedidos de oração. Na Chiesa Hopera, pastoreada por René, os membros criaram um fundo financeiro comum para ajudar as pessoas que ficaram desempregadas.

Veja também: Mensagem de Páscoa gravada pelos missionários da Sepal

Inspiração que vem das Escrituras: René explica que tem focado seus pensamentos na seguinte passagem do livro de Jeremias: “Construam casas e estabeleçam-se nelas. Plantem pomares e comam os frutos que eles produzirem. […] Trabalhem pela paz e pela prosperidade da cidade para a qual os deportei. Orem por ela ao Senhor, pois a prosperidade de vocês depende da prosperidade dela” (Jr 29:5-7, NVT). Durante essa fase de reclusão — que nos lembra um “exílio”—, devemos refletir sobre que tipo de lar queremos construir e nutrir, o que estamos dispostos a plantar e cultivar, e pensar acerca do tipo de pessoa que queremos nos tornar depois desse tempo.

Emoções e atitudes: A solidão pode afetar o solteiro e o casado. Pensamentos negativos podem invadir a mente. Em um contexto de quarentena e isolamento social, a companhia constante pode se tornar um fardo e gerar atritos. Nesse cenário, devemos cultivar a compreensão, a comunicação e, principalmente, o perdão.

Sofrimento e redenção: Tivemos a oportunidade de celebrar a Páscoa 2020 ainda mais próximos do seu significado original. De fato, a Páscoa tem em seu pano de fundo um contexto de sofrimento: a paixão do Salvador. Estamos acostumados a focar no positivo, no Domingo da Ressurreição, e nos esquecemos da sexta-feira de cruz e do sábado da desesperança, onde todo o sonho parecia perdido e enterrado.

O auge da redenção é a cruz de Cristo. Temos um Deus que conhece o sofrimento. Diante dessa realidade, existe importância no “sofrer bem”. O propósito da vida não foi para que não passássemos por sofrimentos, mas para que, de forma redentiva, pudéssemos sofrer com Cristo•

Ao final da live, o pastor René deixa uma mensagem aos pastores e membros sobre como “viver bem” esse tempo.   Confira já o vídeo e compartilhe-o!

 

 

Mais no blogue Sepal:

Um convite a silenciar, meditar e orar e descansar